sábado, 13 de fevereiro de 2016

Pessoas do alto escalão evidenciaram a existência de vida extraterrestre.

Video contendo informações e depoimentos sobre avistamentos.



Fonte: Canal Avançadamente (https://www.youtube.com/channel/UCTOFRKANZOVzmags2nVGtmQ)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Civilizações alienígenas podem habitar aglomerados globulares

Crédito: NASA



Nossa galáxia, a Via Láctea, possui cerca de 150 aglomerados glubulares, regiões densamente ocupadas por cerca de um milhão de estrelas em média, agrubadas em enormes formações esféricas de cerca de 100 anos-luz de diâmetro. Muitos deles se encontram na periferia galáctica, e a maioria é bastante antiga, datando praticamente da mesma época do surgimento da galáxia. Pelo fato de serem antigos, as estrelas que os formam contém poucos materiais pesados, necessários para formar planetas. Isso tem levado muitos cientistas a afirmar que planetas nesses locais não devem ser comuns. Conhece-se somente um exemplo até hoje.

Contudo, um novo estudo de autoria de Rosanne DiStefano do Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica (CfA) e seu colega Alak Ray, do Instituto de Pesquisa Fundamental Tata, de Mumbai, aponta uma visão mais otimista. Exoplanetas já foram encontrados ao redor de estrelas com um décimo da concentração de metais do Sol. Mundos do tamanho de Júpiter são normalmente encontrados em sóis ricos em elementos pesados, porém planetas do tipo terrestre parecem surgir independentemente da concentração de metais de sua estrela. Ray afirma: "É prematuro dizer que não existem planetas em aglomerados globulares". Há outro problema apontado, a extrema proximidade de estrelas em um aglomerado, e uma aproximação entre dois sóis poderia desestabilizar ou lançar ao espaço um planeta.

Contudo, o artigo de DiStefano e Ray aponta que, como as estrelas de aglomerados são mais antigas, as predominantes nesses locais são anãs vermelhas, cuja região habitável se localiza muito mais próxima do que estrelas maiores e mais brilhantes, mas de vida mais curta. Assim, um planeta habitável estaria em relativa segurança diante da proximidade de outras estrelas, e poderia experimentar condições estáveis por muitos bilhões de anos, muito mais do que o tempo total de vida de nosso Sol. Assim, o artigo aponta que a vida alienígena teria tempo de sobra para evoluir e se desenvolver em formas mais complexas, possivelmente desenvolvendo inteligência e uma sociedade tecnológica. Os autores lembram que o sistema estelar mais próximo que o nosso, Alpha Centauri, está a 4,3 anos-luz de distância, cerca de 40 trilhões de km. Em comparação, em um aglomerado globular a estrela mais próxima estaria 20 vezes mais próxima.

EXPLORAÇÃO E COLONIZAÇÃO COM MUITO MAIS FACILIDADE

Rosanne DiStefano diz: "Chamamos isso de oportunidade do aglomerado globular. Enviar uma mensagem de rádio entre as estrelas em uma situação assim não levaria mais tempo que uma carta dos Estados Unidos à Europa no século XVIII. Viagens interestelares levariam muito menos tempo tambem. As naves Voyager 1 e 2 estão aproximadamente a 160 bilhões de quilômetros da Terra, ou cerca de um décimo da distância da estrela mais próxima, caso vivêssemos em um aglomerado globular. Ou seja, uma civilização alienígena com tecnologia similar à nossa poderia enviar uma sonda interestelar dentro de um aglomerado globular". O aglomerado mais próximo da Terra está a milhares de anos-luz, e encontrar planetas nele seria muito dificil. Porém, podem ser detectados trânsitos de exoplanetas nas estrelas de suas regiões exteriores. Fazer um tipo de busca como o SETI, por sinais de rádio, também é viável, e os autores lembram que em 1974 foi enviada a primeira mensagem terrestre deliberadamente para o espaço, precisamente para o aglomerado globular M13.

Fonte:http://www.ufo.com.br/noticias/civilizacoes-alienigenas-podem-habitar-aglomerados-globulares

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

OVNI é fotografado em Dubai horas antes de incêndio em hotel de luxo

OVNI de Dubai
Um OVNI foi avistado no céu sobre Dubai, no dia 31 de dezembro passado, somente algumas horas antes de um incêndio ocorrer num luxuoso hotel de 63 andares, engolindo-o em chamas e ascendendo a noite de ano novo.  Milagrosamente, nenhuma morte foi reportada.


O incêndio no Address Downtown Hotel na noite da véspera de Ano Novo
O incêndio no Address Downtown Hotel na noite da véspera de Ano Novo
Fotos do OVNI foram tiradas por uma testemunha que não revelou seu nome, mas disse que estava a caminho do trabalho logo após o amanhecer.  Ele disse aos investigadores de OVNIs que o objeto em forma de disco apareceu às 06h22.
“Observei o objeto e tirei fotos por 20 minutos – minha última foto foi às 07h06.  Então, de repente, o objeto desapareceu.”
OVNI na véspera do Ano Novo em Dubai
OVNI na véspera do Ano Novo em Dubai
Antes que você possa dizer “Parece com um balão dirigível ou um helicóptero”, a testemunha também disse que o objeto estacionário não tinha luzes?
“Olhei com mais atenção e não pude determinar que fosse uma aeronave.  Eu trabalhei como empreiteiro civil para a Força Aérea por 12 anos e estou familiarizado com todos os tipos de aeronaves.”
Às 21h30, horário de Dubai, o fogo começou no 20º andar do hotel cinco estrelas de 63 andares, Address Downtown, tornando-o numa torre infernal.  Felizmente, todos no prédio conseguiram escapar com vida, com algumas pessoas intoxicadas pela fumaça e uma sofrendo um ataque do coração.
Outra vista do incêndio em Dubai
Outra vista do incêndio em Duba
Embora não tão frequentemente quanto são avistados em vulcões, OVNIs parecem se mostrar em locais de grandes incêndios.  Em julho de 2014, um OVNI foi filmado por uma câmera de um noticiário que estava fazendo uma reportagem sobre um incêndio florestal na Columbia Britânica, no Canadá.
OVNI de 2014, filmad durante um incêndio florestal na Columbia Britânica
OVNI de 2014, filmado durante um incêndio florestal na Columbia Britânica
Por  
Fonte:http://ovnihoje.com/2016/01/03/ovni-ufo-e-fotografado-em-dubai-horas-antes-de-incendio-em-hotel-de-luxo/

terça-feira, 23 de junho de 2015

Estruturas possivelmente artificiais são encontradas em crateras de Ceres

estruturas_em_Ceres
Possíveis estruturas artificiais encontradas em cratera de Ceres (coloridas para dar realce às estruturas).
Como já é de conhecimento de muitos de nossos leitores, o planeta anão Ceres, localizado no cinturão de asteroides entre as órbitas de Marte e Júpiter, tem intrigado os cientistas com suas luzes misteriosas presentes em uma de suas crateras.  Embora a NASA tenha explicado estas luzes como sendo “provavelmente reflexo da luz solar em superfícies geladas“, vale lembrar que elas estão presentes mesmo quando o Sol não está incidindo diretamente na cratera em questão, como pode ser visto na foto abaixo.

Ceres-Tom-Ruen-montage-May-11
Alegados “reflexos de superfícies geladas” continuam brilhando, mesmo quando o Sol não está incidindo diretamente sobre a cratera.
Agora, para adicionar ainda um pouco mais de intriga ao misterioso planetoide, o canal do YouTubesecureteam10, postou um vídeo mostrando o que poderiam ser estruturas artificiais na superfície de Ceres.
Embora o vídeo de 11 minutos (abaixo) está narrado em inglês, mesmo aqueles que não dominam essa língua podem ter uma ideia do que está sendo comentado.  A parte realmente intrigante inicia aos 3 minutos do vídeo.
Veja:

Vídeo viasecureteam10
A imagem original, de acordo com o canal do YouTube, foi extraída do seguinte link:http://photojournal.jpl.nasa.gov/cata…
Credito e Fonte Por n3m3 para o site:  http://ovnihoje.com/2015/06/04/estruturas-possivelmente-artificiais-sao-encontradas-em-ceres/


sábado, 25 de abril de 2015

9 Casos Brasileiros de Aparição de OVNIS

Img - 9 Casos Brasileiros de Aparição de OVNIS






01 - Antônio Vilas Boas
Em 16 de outubro de 1957, em São Francisco de Sales, no Sul do Estado de Minas Gerais, o falecido lavrador Antônio Vilas Boas estava em seu trator, durante à noite, quando um disco voador pousou bem perto. Quando o Antônio pensou em sair correndo, se viu cercado por quatro tripulantes, que o agarraram e o levaram para dentro do disco voador. Após ter suas roupas retiradas, passaram uma espécie de creme em todo o seu corpo e também retiraram sangue do seu queixo, com o auxílio de uma espécie de agulha. Logo depois entrou uma mulher extraterrestre naquela sala e acabou tendo relação sexual com o Antônio. Após colocar as roupas, Antônio foi devolvido no mesmo lugar.


02 - Fortaleza de Itaipú
Na noite de 03 de novembro de 1957, na Fortaleza de Itaipú, na Praia Grande, no Estado de São Paulo, um disco voador veio do Oceano Atlântico e parou em cima da Fortaleza. Ocorreu um "black out" elétrico em toda a região. O disco voador projetou uma luz avermelhada que atingiu dois sentinelas, os quais tiveram queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau. O estranho é que tais queimaduras não ocorreram nas partes expostas, como as mãos e o rosto e sim por debaixo da roupa. As Forças Armadas negam até hoje esse fato.


03 - Fotografias de Almiro Baraúna
Fotografia tirada por Almiro Baraúna, na ilha Trindade-ES, à bordo do Navio Almirante Saldanha. Esta, entre outras sequências deste OVNI foi liberada à imprensa pelo Presidente Jucelino Kubitschek, em 1958.

Logo depois, em 16 de janeiro de 1958, Almiro Baraúna, à bordo do navio Almirante Saldanha, próximo à Ilha da Trindade, no Estado do Espírito Santo, fez quatro fotos de um disco voador, em forma de Saturno, com o testemunho de mais de cinqüenta marinheiros. As fotos foram reveladas à bordo do navio. As testemunhas confirmaram que as fotos eram do objeto que viram. Essas fotos foram liberadas à Imprensa com o aval da Marinha e do falecido Presidente da República Juscelino Kubitschek. Foi calculado que o objeto estava voando aproximadamente na velocidade de 900 Km/h, que tinha um diâmetro de 40 metros e 7 metros de altura. Bem mais tarde, a GSW analisou as fotos com computador e concluiu serem autênticas, tendo o objeto realmente grandes dimensões.


04 - Inácio e os ETs
Em 13 de agosto de 1967, na fazenda Santa Maria, na cidade de Crixás, no Estado de Goiás, por volta das quatro horas da tarde, ainda de dia, o capataz Inácio, juntamente com sua esposa Maria, retornavam da cidade, quando avistaram um estranho objeto, em forma de bacia invertida, pousado no campo particular de pouso de aviões pequenos da fazenda. Inácio imaginou que era algum veículo novo do Exército sendo testado pelo dono da fazenda, Ibiracy de Morais, um rico fazendeiro, o qual foi presidente do Banco do Brasil. De longe, viram o que parecia três "crianças", ao lado do estranho objeto. Ao se aproximar mais, Inácio pensou que as "crianças" estavam nuas. Achou aquilo um afronto à sua mulher. Quando os seres viram o casal, passaram a correr em sua direção. Inácio, ao ver que eram estranhos seres, pegou sua espingarda e mirou na testa de um dos seres (Obs.- Ibiracy nos confidenciou que o Inácio conseguia acertar um pombo, em pleno vôo, a mais de 50 metros de distância, ou seja, era um exímio atirador). Na distância de 60 metros, o Inácio disparou e o ser caiu. No mesmo instante, um jato de luz verde, tipo laser, saiu do objeto e atingiu o ombro esquerdo do Inácio, o qual desmaiou na hora. Maria disse que os outros dois seres pegaram o terceiro ser no solo e o levou para dentro do disco voador, o qual levantou vôo em alta velocidade. Inácio foi atendido em um hospital de Goiana, Capital de Goiás. No local onde o raio verde atingiu o ombro do Inácio, ficou um eritema (mancha) que se espalhou pelo braço e pescoço. Inácio morreu 59 dias depois com leucemia. Não sabemos se o raio verde causou a leucemia, ou se o médico que assinou o atestado de óbito colocou leucemia por não saber o tipo de "doença" que matou Inácio.


05 - Caso Tiago Machado
Em 06 de fevereiro de 1969, o jovem Tiago Machado, residente na cidade de Pirassununga, no Estado de São Paulo, logo pela manhã, foi acordado por sua mãe, a qual disse que havia pousado uma estranha nave em um terreno baldio, não muito longe do local. Tiago se vestiu e foi até a rua verificar. Voltou correndo para casa e pegou o binóculo. Ao ver que realmente era uma nave diferente, Tiago resolveu ir até o local, distante aproximadamente mil metros. Ao chegar perto na nave, uma escotilha se abriu na parte superior e um ser saiu flutuando até chegar ao solo. Tiago, nervoso, acendeu um cigarro. O ser olhou de uma forma estranha e o Tiago ofereceu cigarros para o ser. O ser continuou olhando, na distância de aproximadamente seis metros. Tiago então jogou o maço de cigarros perto do ser. O ser aproximou a mão do maço. O maço flutuou e grudou na mão do ser, que a levou para a perna e o maço desapareceu. Nesse instante, os parentes e vizinhos resolveram se aproximar também, quando o ser flutuou e entrou na escotilha. Com um estranho aparelho, o ser disparou um "tiro" de luz que atingiu a coxa direita do Tiago, deixando-o completamente paralisado. A nave flutuou e desapareceu em alta velocidade. O Tiago foi socorrido no hospital da cidade e a AFA – Academia da Força Aérea – isolou o local do pouso e pesquisou a ocorrência.


06 - Caso Onílson Pátero
Em 1973, Onílson Pátero estava retornando para sua residência, em Catanduva, uma cidade do interior do Estado de São Paulo, à noite, quando uma luz se aproximou e parou a uns dez metros de distância e uns seis metros de altura. Um filete de luz azul foi projetado sobre o carro, o qual ficou "transparente, onde Onilsom podia ver o motor através do sólido painel. A luz começou a esquentar o ambiente quando Onílson se retirou do carro e saiu correndo. Algo invisível o agarrou e ele desmaiou. Posteriormente foi levado para o hospital, e após vários exames, foi dispensado. Quase um ano depois, novamente Onílson estava retornando para sua casa, agora em 1974, quando novamente apareceu a nave e o abduziu. Onílson desapareceu. A família comunicou a polícia. Logo depois o seu carro foi encontrado. A mala com documentos, cheques e dinheiro estava intacta. A polícia desconfiou ser um assalto com assassinato e passou a procurar o corpo de Onílson. Cinco dias depois Onílson foi abandonado na cidade de Colatina, no Estado do Espírito Santo, a 1.000 Km de distância de Catanduva. Mesmo tendo permanecido cinco dias no interior de um disco voador, Onílson, mesmo sob hipnose, se recordou de algumas horas dentro daquela estranha nave.


07 - O Fenômeno Chupa-chupa
Em 1977, na ilha de Colares, no Estado do Pará, os moradores eram atacados à noite por uma estranha luz que projetava um filete luminoso no peito das pessoas e desmaiavam. Quando acordavam estavam anêmicas. A Dra. Adelaide atendeu mais de 200 casos. O terror se espalhou pela cidade e cidades vizinhas, e os moradores não saiam mais à noite. Assim, a Aeronáutica Brasileira enviou vários militares para descobrir o que estava acontecendo. Esse evento foi conhecido como Operação Prato e foi comandada pelo Coronel Uyrangê Bolivar Soares Nogueira de Hollanda Lima. Fizeram centenas de fotos e vários filmes. Os militares tiveram avistamentos muito próximos. Quando o fenômeno cessou, os militares encerraram suas atividades. Para surpresa da Ufologia, em outubro de 1997, o Coronel Hollanda deu um depoimento detalhado aos pesquisadores Ademar José Gevaerd e Marco Antônio Petit – respectivamente editor e co-editor da Revista UFO brasileira. Infelizmente, todas as fotos e os filmes não foram liberados pela Aeronáutica.


08 - A noite oficial dos OVNIs
Entre março e setembro de 1986, tivemos uma onda ufológica muito grande no Brasil. Em 19 de maio tivemos o pico máximo. O Operador da Torre de Controle de São José dos Campos - SP, o Segundo Sargento da Aeronáutica Sérgio Mota, logo após anoitecer, percebeu dois pontos luminosos no céu, o qual verificou não se tratar de estrelas. Mota acionou o centro de radares de Congonhas, o qual confirmou a presença de vários UFOs na região. No total foram 21 UFOs nos céus do Brasil naquela noite. Logo depois o CINDACTA I – Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo 1 – passou a rastrear tais objetos e o CODA – Centro Operacional de Defesa Aérea –, foi acionado e ficou de prontidão.

Nesse instante, o Coronel Ozires Silva estava retornando de Brasília, juntamente com o Comandante Alcir Pereira da Silva, a bordo de um avião Xingu. O Sargento Mota pediu a ele para ver se tinha contato visual. Orientado pelo radar, o Coronel Ozires passou a perseguir um desses objetos. Nesse dia, o Coronel Ozires tinha ido à Brasília, quando deixou a Presidência da Embraer e recebeu das mãos do Presidente José Sarney a Presidência da Petrobrás. O Coronel Ozires foi Ministro da Infra-estrutura no Governo do Fernando Collor.

Logo depois três caças F5 levantaram vôo da Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, e mais três caças Mirages levantaram vôo da Base Aérea de Anápolis, em Goiás. Perseguiram os 21 UFOs por quase três horas e depois retornaram. O piloto Capitão Aviador Márcio Brisola Jordão, piloto de F5, foi perseguido por 13 UFOs, seis de um lado e sete do outro lado. Depois que os caças retornaram às suas bases, o UFOs retornaram e deram um verdadeiro show aéreo sobre a cidade de São José dos Campos.

A maior surpresa foi o então Ministro da Aeronáutica Brigadeiro do Ar Otávio Júlio Moreira Lima, nos dias seguintes, ter vindo a público e falar abertamente sobre o ocorrido, inclusive colocando os pilotos e os operadores de radares à disposição da Imprensa. O Ministro prometeu um relatório em 60 dias, mas até hoje não foi liberado. Foi um momento histórico da Ufologia Brasileira – INESQUECÍVEL.


09 - Caso Varginha
Sem sombra de dúvida, o caso mais importante da Ufologia Brasileira ocorreu em 20 de janeiro de 1996, na cidade de Varginha, no Estado de Minas Gerais. O pesquisador e advogado Ubirajara Franco Rodrigues, que mora em Varginha, tinha acabado de chegar de uma viagem, no dia 21, quando soube que três meninas haviam visto uma estranha criatura, a qual foi capturada pelos militares e levada para um hospital da cidade. Ubirajara iniciou a pesquisa e logo verificou que algo grande e sério havia ocorrido em sua cidade. Mais uns dias de pesquisas e logo se descobriu que os bombeiros capturam uma estranha criatura, no bairro do Jardim Andere, por volta das 10:30 da manhã do dia 20 de Janeiro de 1996, a qual foi levada embora pelos militares da ESA – Escola Preparatória de Cadetes do Exército Brasileiro.

No mesmo dia, por volta das 15:30 horas, A Kátia, a Liliane e a Valquíria, estavam retornando do trabalho quando viram uma estranha criatura, abaixada, próximo de um muro, em um terreno baldio. Pensando estar frente a frente com o Diabo, elas saíram correndo do local. No mesmo dia, já de noite, por volta das 20:00 horas, a Polícia Militar fez uma outra captura, cuja estranha criatura foi levada ao hospital Regional. De madrugada, essa criatura foi levada para o hospital Humanitas, da qual saiu morta no fim do dia 22 de Janeiro de 1996. Com o auxílio de um comboio militar, contendo três caminhões e vários carros, o Exército levou o corpo dessa criatura para a Cidade de Campinas, no Estado de São Paulo, onde o médico legista Dr. Fortunato Badan Palhares, junto com uma equipe especial, realizou inúmeros exames. Apesar de todas as autoridades, militares e civis, negarem os fatos, houveram muitas testemunhas, e com certeza, o Caso Varginha ainda vai ser muito comentado.

Conferência Gratuita em Cascavel


Maiores informações através da pagina do evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1601228696775178

quinta-feira, 26 de março de 2015

NASA é acusada de cortar transmissão de vídeo após aparição de 'Óvni'



  (Foto: nasa)

Um vídeo retirado de um streaming da Estação Espacial Internacional tem circulado pela internet nos últimos dias. Na filmagem, vemos a Terra e, quando um objeto aparentemente pequeno aparece no horizonte, a transmissão é cortada. Teóricos da conspiração afirmam: se trata de um óvni. O vídeo foi filmado no dia 15 de janeiro e, até agora, a Nasa não se pronunciou sobre a interrupção, colaborando para as teorias 'alternativas'. Mas isso significa que aliens existem e estamos sendo visitados? Não. Uma das ideias mais cabíveis que circulam na internet é que o objeto se trata da Lua.

 Confira o vídeo e conte pra gente a sua opinião:


Fonte: http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/01/nasa-e-acusada-de-cortar-transmissao-de-video-apos-aparicao-de-ovni.html

sexta-feira, 20 de março de 2015

Os mais recentes casos de OVNIS de 2015


Por: Juliana Miranda




O ano de 2015 começou com alguns registros impressionantes de OVNIS. O primeiro caso aconteceu na virada do dia 31 de dezembro de 2014 para primeiro de janeiro de 2015. Uma família de Santos, no Litoral Sul de São Paulo, gravou imagens em vídeo com o registro de um UFO durante a virada de Ano Novo, no momento da queima de fogos de artifício.

Veja o vídeo:
                          
Outro caso recente de OVNI aconteceu no Vale do Paraíba, em São Paulo, onde ao menos seis pessoas fizeram vídeos e fotos sobre supostas naves extraterrestres. Os registros aconteceram no dia 14 de janeiro de 2015 nas cidades de São Bento do Sapucaí, Taubaté e São José dos Campos.

O objeto tinha uma luz muito intensa e baixa, e parecia estar na órbita da terra. As imagens renderam diversas postagens e discussões em redes sociais. Em nota, o 2º Cindacta (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo) informou que não registrou qualquer movimento de objeto voador não identificado naquela data.

Veja o vídeo:


Outro caso recente aconteceu em localidades do Mato Grosso do Sul. Moradores de Bonito, Ponta Porã, Campo Grande e Itaporã relataram ter avistado objetos não identificados muito luminosos cruzando os céus. Várias pessoas conseguiram gravar as imagens do suposto OVNI.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Programa de Fátima Bernardes abordou a Ufologia

CRÉDITO: REDE GLOBO

O programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, abordou em sua edição de 17 de março o tema das visitas extraterrestres. Conversando com vários convidados, a apresentadora Fátima Bernardes falou a respeito de seu medo de encontrar ETs: "Eu tenho medo. Desde criança tenho pavor de que isso aconteça comigo". Uma das convidadas, a atriz Laís Pinho, afirmou não somente acreditar em alienígenas, como já ter tido uma experiência ufológica. Laís explicou que viu um UFO ao lado do avião no qual estava com o namorado: "Foi agora no carnaval, indo para Salvador. O avião estava decolando. Olhei pela janela e vi um negócio esquisito, que nunca tinha visto. Era relativamente grande, do tamanho de uns dois ou três carros". A atriz afirmou que seu namorado preferiu não olhar para o objeto, com medo, e que relatou o que viu a um comissário de bordo. Este, segundo Laís, não lhe deu crédito, afirmando ser aquilo impossível. O cantor Chitãozinho, também participando do programa, afirmou que também avistou um UFO, de acordo com ele uma luz muito forte que acompanhou o avião em que viajava de Brasília até Campinas. Não foi a primeira vez em que o Encontro com Fátima Bernardes tratou do tema da Ufologia e das visitas extraterrestres. Em dezembro de 2013, outra edição do programa teve a participação do coeditor da Revista UFO, Marco Petit, que relatou diversos casos importantes e fez uma detalhada apresentação do funcionamento da pesquisa ufológica. Nessa edição foram apresentadas reportagens da época de grandes casos ufológicos, como a Noite Oficial dos UFOs no Brasil, em 19 e 20 de maio de 1986, que apresentamos abaixo, além do Caso Varginha, de janeiro de 1986. No mesmo programa o ator Carlos Vereza comentou seu interesse de muitos anos pela Ufologia.

Fonte:http://ufo.com.br/noticias/programa-de-fatima-bernardes-abordou-a-ufologia

2015 a todo vapor...Buscando atualizações do mundo da Ufologia

Estaremos Atualizando nossas postagens e buscando assuntos e curiosidades do mundo da ufologia.